O ex-produtor de cinema Harvey Weinstein foi condenado a 23 anos de prisão nesta quarta-feira (11), depois de ser considerado culpado por agressão sexual e estupro no mês passado. O caso é reconhecido como uma vitória do movimento #MeToo contra abusos sexuais. A sentença foi proferida no tribunal criminal de Manhattan pelo juiz James Burke, que presidiu o julgamento de Weinstein.

Um júri em 24 de fevereiro considerou Weinstein, de 67 anos, culpado por agredir sexualmente a ex-assistente de produção Mimi Haleyi e de estuprar a ex-aspirante a atriz Jessica Mann. Antes de ser sentenciado, Weinstein ao tribunal disse:

Sinto remorso por todos os homens que estão passando por essa luta.

Harvey Weinstein chega a uma corte de Manhattan em 24 de fevereiro de 2020 (foto: Eduardo Munoz / Reuters)

Weinstein, que já foi um dos produtores mais influentes de Hollywood, enfrentava a possibilidade de uma sentença máxima de 29 anos de prisão. O procurador Cyrus Vance, do distrito de Manhattan, disse a repórteres que o juiz:

Enviou uma mensagem hoje de que esse tipo de comportamento é algo que qualquer potencial infrator terá que considerar. O juiz levou isso a sério, e é exatamente como achamos que ele deveria ter. E somos gratos.

O júri de sete homens e cinco mulheres absolveu Weinstein das acusações mais graves, uma acusação de estupro em primeiro grau e duas de agressão sexual predatória, com uma potencial sentença de prisão perpétua. Essas acusações foram baseadas em depoimentos da atriz Annabella Sciorra, que disse que Weinstein a estuprou no início dos anos 90.

Os advogados do acusado pediram na segunda-feira que Burke impusesse a sentença mínima de cinco anos, pedindo que o juiz considerasse as atividades de caridade de Weinstein enquanto disseram que uma sentença mais longa provavelmente significaria que o ex-produtor morreria na prisão.

No processo de sexta-feira, os promotores listaram mais de uma dúzia de acusações contra Weinstein desde 1978, quando disseram que ele agrediu sexualmente uma funcionária de sua companhia musical de Buffalo, em Nova York, em um quarto de hotel.


 a sua ajuda vale muito neste momento 

Nós trabalhamos todos os dias para que você se mantenha sempre muito bem informado. São dezenas de reportagens diárias e uma equipe de jornalistas focada em trazer as informações corretas, em tempo real. Nosso trabalho é pautado pela fiscalização do poder público, para garantir o seus direitos. Porque você merece saber a verdade sempre. E, se você acredita na importância do nosso trabalho, pode nos ajudar realizando pequenas doações para nossa equipe.

Você também pode nos ajudar a melhorar dizendo o que achou desta matéria. Sua opinião é muito importante.