Um avião da companhia aérea Pakistan International Airlines (PIA) com cerca de 100 pessoas a bordo caiu nesta sexta-feira (22) em Carachi, no Sul do Paquistão. A informação foi confirmada pelas autoridades de aviação paquistanesas. Imagens transmitidas pela televisão pública do país mostram que a aeronave caiu em um bairro residencial da cidade, a mais populosa do Paquistão.

Em entrevista para a AFP, o porta-voz da autoridade da aviação do Paquistão, Abdul Sattar Khokhar, afirmou que:

O avião caiu em Carachi. Estamos tentando confirmar o número de passageiros, mas, em princípio são 99 e oito tripulantes.

Homem ajuda vítima da queda do voo em Carachi (foto: Asif Hassan / AFP)

Segundo o ceo da Pakistan Airlines, Arshad Malik, durante uma mensagem de vídeo divulgada após o acidente:

As últimas palavras do piloto foram para informar que havia um problema técnico. Disseram a ele que tinha duas pistas disponíveis, mas o piloto indicou que queria dar a volta.

O voo tinha decolado de Lahore, a segunda maior cidade do país. Segundo a agência Reuters, o avião era um Airbus A320 e tinha 107 pessoas a bordo: 99 passageiros e 8 tripulantes. Dez corpos já foram resgatados.

O Exército paquistanês disse que as tropas paramilitares chegaram rapidamente ao local para prestar socorro e tentar resgatar os tripulantes. Fontes revelaram à Al Jazeera que há várias casas em chamas. O acidente ocorreu poucos dias depois de o país ter retomado os voos comerciais, depois de terem sido interrompidos por causa da pandemia de Covid-19.

Equipes de resgate cobrem o corpo de uma vítima retirada dos escombros do avião (foto: Asif Hassan / AFP)

O Paquistão tem um longo histórico de acidentes aéreos. Em 2010, uma aeronave operada pela companhia aérea privada Airblue caiu perto de Islamabad, matando todas as 152 pessoas a bordo. Este é o desastre aéreo com mais mortes da história do país.

Em 2012, um Boeing 737-200 operado pela Bhoja Air, do Paquistão, caiu devido ao mau tempo, em Rawalpindi, matando todos os 121 passageiros e seis tripulantes. E em 2016, um avião da Pakistan International Airlines pegou fogo enquanto voava do Norte do Paquistão para Islamabad, matando 47 pessoas.


 a sua ajuda vale muito neste momento 

Nós trabalhamos todos os dias para que você se mantenha sempre muito bem informado. São dezenas de reportagens diárias e uma equipe de jornalistas focada em trazer as informações corretas, em tempo real. Nosso trabalho é pautado pela fiscalização do poder público, para garantir o seus direitos. Porque você merece saber a verdade sempre. E, se você acredita na importância do nosso trabalho, pode nos ajudar realizando pequenas doações para nossa equipe.

Você também pode nos ajudar a melhorar dizendo o que achou desta matéria. Sua opinião é muito importante.