Agentes da Polícia Federal prenderam dois homens em flagrante pelo crime de invasão da terra pública “Fazenda Nacional”, que fica a 120 km de Água Boa, a 783 quilômetros de Sinop. Os indivíduos foram detidos dentro da propriedade, que pertence à União. O imóvel foi desapropriado com custo ao erário de cerca de R$ 37 milhões e está sob a tutela do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária).

De acordo com as investigações, os suspeitos estavam cometendo vários crimes ambientais na área, como desmatamentos ilegal e a divisão e comercialização de lotes no local, indo em desacordo com a política da reforma agrária. Um dos presos agia reconcentrando as terras e inviabilizando o processo de seleção dos beneficiários pelo Incra.

Algumas famílias foram incitadas pelos homens a cometer o crime de ocupação do local, com a falsa promessa de que seriam beneficiadas no momento da divisão agrária. Segundo a Polícia Federal, diversas ações policiais estão sendo realizadas no local e em outras terras públicas da circunscrição da Delegacia da Polícia Federal de Barra do Garças, no nordeste do estado.

Homens são presos por invasão de fazenda da União em Mato Grosso (foto: Polícia Federal)
Homens são presos por invasão de fazenda da União em Mato Grosso (foto: Polícia Federal)

 a sua ajuda vale muito neste momento 

Nós trabalhamos todos os dias para que você se mantenha sempre muito bem informado. São dezenas de reportagens diárias e uma equipe de jornalistas focada em trazer as informações corretas, em tempo real. Nosso trabalho é pautado pela fiscalização do poder público, para garantir o seus direitos. Porque você merece saber a verdade sempre. E, se você acredita na importância do nosso trabalho, pode nos ajudar realizando pequenas doações para nossa equipe.

Você também pode nos ajudar a melhorar dizendo o que achou desta matéria. Sua opinião é muito importante.