Agentes da Polícia Federal prenderam um funcionário dos Correios de Sinop pela suspeita de que ele desviava encomendas do órgão para revender em lojas de eletrônicos do município. A prisão ocorreu durante a Operação Extravio, que foi realizada na sexta-feira (22), mas só foi divulgada nesta segunda (25).

O objetivo da ação era apurar o desvio de encomendas postais nos Correios no Centro de Distribuição Domiciliar. As investigações foram iniciadas depois que uma mulher mulher procurou a polícia para denunciar que havia comprado um celular pela internet, mas que ele havia sido extraviado nos Correios. Pouco tempo depois, a mulher descobriu que o mesmo telefone que ela havia comprado já estava à venda em uma loja de produtos digitais da cidade.

Com a prisão do do receptador, os policiais acabaram chegando na identificação do funcionário dos Correios responsável pelos furtos. Na casa dele, foram encontradas várias encomendas, suspeitas de terem sido desviadas dos Correios. A Polícia Federal também identificou um comparsa, que realizava o repasse dos objetos roubados para comerciantes de eletrônicos.

As investigações apontam que o indivíduo também vendia os celulares para pessoas físicas, para uso particular. O trabalho policial prosseguirá para identificar outros envolvidos. Os suspeitos responderão pelos crimes de receptação qualificada e peculato-furto, com penas que variam de dois a doze anos de reclusão.

Os policiais encontraram várias encomendas na casa do funcionário dos Correios (foto: Polícia Federal de Mato Grosso)

 a sua ajuda vale muito neste momento 

Nós trabalhamos todos os dias para que você se mantenha sempre muito bem informado. São dezenas de reportagens diárias e uma equipe de jornalistas focada em trazer as informações corretas, em tempo real. Nosso trabalho é pautado pela fiscalização do poder público, para garantir o seus direitos. Porque você merece saber a verdade sempre. E, se você acredita na importância do nosso trabalho, pode nos ajudar realizando pequenas doações para nossa equipe.

Você também pode nos ajudar a melhorar dizendo o que achou desta matéria. Sua opinião é muito importante.