A cidade de Sinop sempre foi uma das pioneiras do futebol americano em Mato Grosso e no Brasil. Esse pioneirismo pode ser visto nos muitos campeonatos em que os times da cidade estiveram presentes e nos dois títulos nacionais conquistados pelo Sinop Coyotes Feminino. Consolidando ainda mais esse pioneirismo, a cidade está prestes a conhecer um novo time: Sinop Mavericks.

O Head Coach (equivalente ao técnico dos times de futebol convecional) Douglas Rafael, que comanda a nova equipe sinopense, veio até a redação do Portal Weese para falar sobre o novo time e sobre o futuro do futebol americano em Sinop. Segundo Douglas, a origem do nome está ligada a um significado utilizado nos Estados Unidos:

O time vai se chamar Sinop Mavericks. Mavericks é uma terminologia americana que se refere a pessoas que não querem mais o mesmo. Pessoas que não se conformam com o básico e sempre buscam melhorar. Isso tem muito a ver com o nosso objetivo. Não fui eu quem sugeriu esse nome, foi a diretoria do antigo Galaxy, mas eu achei que combinava muito bem.

Douglas Rafael, Head Coach do Sinop Mavericks (foto: Portal Weese)

Douglas também afirmou que o time surgiu como uma evolução de um antigo time da cidade, chamado Galaxy.

O Galaxy está oficialmente extinto. Essa foi a minha condição. Eu ia montar uma equipe sozinho, mas o Rodrigo Maia me procurou e propôs a parceria. Eu disse que aceitava desde que o Galaxy deixasse de existir. O time teve a sua função e cumpriu com primazia o que foi proposto, mas ele nasceu de um conflito, então, historicamente, não tinha como dar certo. Podia gerar problemas lá na frente. É melhor iniciar a equipe com uma proposta nova e clara, sem conflito, mas que gere competitividade. Nosso objetivo agora é disseminar o esporte, criar competitividade entre as equipes para que os jogadores fiquem motivados.

Questionado sobre o motivo da criação de um novo time, Douglas afirmou:

Eu trabalho com futebol americano há muito tempo. Fui treinador do Sinop Coyotes por cinco anos e fomos para cinco finais de campeonato. Também fui criador do time feminino, que é bicampeão brasileiro. Mas eu saí do futebol há dois anos por razões pessoais e percebi que houve um declínio. Isso não quer dizer que foi por mim. Mas a gente decidiu que precisava colocar mais um time no ar pra estimular a competição e disseminar o esporte, como acontece em todas as modalidades esportivas. Por mais difícil que seja montar um time, ainda é mais fácil do que era antigamente. A gente já conseguiu equipamentos, já temos alguns jogadores.

Douglas Rafael, Head Coach do Sinop Mavericks (foto: Portal Weese)

Seletiva de novos atletas

Rafael fez questão de destacar a primeira seletiva de atletas organizada pelo Sinop Mavericks. Segundo o head coach, o objetivo da seletiva é apresentar o esporte para novas pessoas e descobrir atletas com potencial para participar do time.

A seletiva vai acontecer no dia dois de fevereiro, as 14 horas, na parte externa do estádio Gigante do Norte. As inscrições podem ser feitas através do nosso site (www.sinopmavericks.com.br) ou pelo whatsapp, no número (66) 99981-4430. Dá pra fazer na hora também. Não tem nenhum custo. Também é bom que o jovem vá de chuteira, já que os testes são feitos na grama, mas isso não é obrigatório.

Ainda segundo Douglas, qualquer pessoa está apta a participar da seletiva.

Nós estamos abertos para receber qualquer menino acima de 16 anos que queira aprender a modalidade, independente do perfil físico. Pode ser alto, magro, baixo ou gordo. Como é uma modalidade nova, se você se esforçar e tiver empenho, você pode aprender e conseguir se comparar com quem já está há bastante tempo no esporte, diferentemente de outras modalidades onde as pessoas treinam desde a infância, o que acaba sendo difícil de acompanhar.

O head coach afirma que é possível participar sem pressão, porque não há caráter eliminatório nesta primeira etapa.

Essa seletiva é realizada em várias fases. Essa primeira não tem caráter eliminatório, apenas classificatório. Nós vamos observar os perfis físicos de cada indivíduo e colocá-los em posições específicas para aquele perfil. No decorrer dos próximos treinos, ocorrerão as desclassificações, pensando em dedicação e esforço de cada atleta.

Ainda segundo Douglas, os jogadores que conseguirem uma vaga no time terão treinos semanais nos sábados e domingos, das 15h até as 18h, mas também podem haver treinos extras, dependendo do horários disponível proposto por cada treinador.

Nossa meta é fazer uma média de 20 treinos por mês, em horários diversificados.

Planos para campeonatos

Segundo Douglas, o time já está pensando nos campeonatos para 2020.

Nós já nos escrevemos no Campeonato Brasileiro Acesso, que seria “a Série B” do campeonato. Esse é o nosso objetivo para este ano. Existe a possibilidade de haver um campeonato estadual no ano que vem e, se isso realmente acontecer, nós também pretendemos estudar a possibilidade de participar.


 a sua ajuda vale muito neste momento 

Nós trabalhamos todos os dias para que você se mantenha sempre muito bem informado. São dezenas de reportagens diárias e uma equipe de jornalistas focada em trazer as informações corretas, em tempo real. Nosso trabalho é pautado pela fiscalização do poder público, para garantir o seus direitos. Porque você merece saber a verdade sempre. E, se você acredita na importância do nosso trabalho, pode nos ajudar realizando pequenas doações para nossa equipe.

Você também pode nos ajudar a melhorar dizendo o que achou desta matéria. Sua opinião é muito importante.