O Palmeiras conquistou o bicampeonato por 1 a 0 na 32ª edição da Copa Santiago de Futebol Juvenil diante do Juventude, no estádio Alceu Carvalho, em Santiago (RS), neste domingo (26). O gol de cabeça que definiu o jogo saiu aos 43 minutos do segundo tempo, marcado pelo zagueiro Daniel Alves.

A vitória teve gosto especial para os alviverdes: no ano passado o Verdão disputou a final com outro time gaúcho, o Grêmio, mas acabou perdendo o título na cobrança de pênaltis. Em 2018 o Verdão foi campeão pela primeira vez ao vencer o Coritiba.

O Palmeiras chegou invicto à decisão deste domingo (26), com seis vitórias e dois empates ao longo de toda a competição, que reuniu  18 times (oito brasileiros, dois uruguaios, um peruano e um paraguaio). Chegou a enfrentar o Juventude na quarta rodada da fase de grupos, pela chave B, numa partida que terminou empatada em 0 a 0. O time paulista terminou a fase classificatória na liderança do grupo B, com 11 pontos, enquanto o Juventude avançou em terceiro lugar na chave, também com 11 pontos.

Nas quartas de final, o Verdão, comandado pelo técnico Hamilton Mendes Conceição Filho, despachou o Figueirense (3 a 0), e nas semifinais eliminou o Internacional com vitória por 2 a 1. O time paulista encerra a competição com 12 gols marcados, e apenas três sofridos.  O artilheiro da Copa Santiago também é do Palmeiras: o zagueiro Luan balançou a rede cinco vezes.

Foto: TV Brasil

Jogo

A partida começou sonolenta, com a equipe do Juventude plantada no campo de defesa, não dando chances para o ataque palmeirense. Depois da pausa para hidratação, o Verdão passou a tomar conta do jogo e deu trabalho ao goleiro Marlon. Aos 28 minutos, Luan arriscou de longe e Marlon espalmou para fora. Nos minutos finais, mais sufoco do Juventude: aos 36 minutos Renan soltou uma bomba de fora da área, Marlon desviou e a bola ainda bateu no rodapé da trave antes de sair. Dois minutos depois, outro susto: Pablo Juan finalizou e Marlon fez grande defesa.

O segundo tempo foi eletrizante, com as duas equipes partindo para o tudo ou nada. Aos sete minutos, Vitinho (Victor Hugo) arriscou de fora da área mas a bola passou por cima do gol de Marlon. Aos 14 minutos, foi a vez do goleiro Matheus, do Juventude,  salvar um chute cruzado venenoso do lateral direito Nicolas. Nos minutos finais, o Juventude pressionou no ataque: Marlon quase marcou de cabeça aos 25 minutos, depois foi a vez de Matheus soltar uma bomba e, por fim, aos 37 minutos Nelson perdeu uma ótima chance. A definição da partida veio nos acréscimos, aos 43 minutos, com o volante Bartolomeu cruzando pela esquerda, na medida para Daniel Alves, de cabeça, garantir a vitória e o bicampeonato para o Palmeiras. Festa paulista no gramado do Alceu Carvalho.


 a sua ajuda vale muito neste momento 

Nós trabalhamos todos os dias para que você se mantenha sempre muito bem informado. São dezenas de reportagens diárias e uma equipe de jornalistas focada em trazer as informações corretas, em tempo real. Nosso trabalho é pautado pela fiscalização do poder público, para garantir o seus direitos. Porque você merece saber a verdade sempre. E, se você acredita na importância do nosso trabalho, pode nos ajudar realizando pequenas doações para nossa equipe.

Você também pode nos ajudar a melhorar dizendo o que achou desta matéria. Sua opinião é muito importante.