Durante sessão da Câmara dos Deputados na ultima semana, foi aprovado o projeto de lei PL-312/2015, que cria a Politica Nacional de Pagamento por Serviços Ambientais – PNPSA. O texto visa estabelecer normas e regulamentos para incentivar financeiramente a produtores rurais, comunidades indígenas e comunidades quilombolas a preservar o meio ambiente.

O objetivo da proposta que segue agora para aprovação no Senado, é o incentivo a proteção ambiental dentro de propriedades rurais. A ideia é mudar o foco do produtor rural e de outras pessoas que possuem propriedades rurais, para evitar o desmatamento e a degradação ambiental, onde muita das vezes essas praticas acontecem para dar lugar a hortas e pastos para criação de animais. Uma vez incentivando financeiramente a preservação do meio ambiente, pode-se gerar resultados positivos tanto para o produtor como para demais cidadãos.

Segundo o Coordenador de Soluções Baseadas na Natureza da Fundação Grupo O Boticário de Proteção à Natureza, Renato Atanazio:

Agora, talvez esse debate ganhe maior relevância (com a criação do programa) porque dará mais segurança jurídica.

A proposta que agora segue para aprovação no Senado, ganha força a partir dos problemas ambientais enfrentados pelo Brasil nas ultimas semanas em relação as queimadas que ocorrem na região de floresta amazônica.


 a sua ajuda vale muito neste momento 

Nós trabalhamos todos os dias para que você se mantenha sempre muito bem informado. São dezenas de reportagens diárias e uma equipe de jornalistas focada em trazer as informações corretas, em tempo real. Nosso trabalho é pautado pela fiscalização do poder público, para garantir o seus direitos. Porque você merece saber a verdade sempre. E, se você acredita na importância do nosso trabalho, pode nos ajudar realizando pequenas doações para nossa equipe.

Você também pode nos ajudar a melhorar dizendo o que achou desta matéria. Sua opinião é muito importante.