O governo japonês planeja ampliar restrições para a entrada de estrangeiros de determinadas regiões da Europa, onde o novo coronavírus se alastra rapidamente. As novas restrições valerão para três regiões na Espanha, incluindo a região de Madri; quatro na Itália, incluindo a região da Ligúria, no norte do país; a região de Ticino, no sul da Suíça; e toda a Islândia. As informações são da agência NHK.

O governo planeja proibir a entrada de estrangeiros que visitaram essas regiões no período de 14 dias anteriores à tentativa de ingresso no Japão. A medida foi tomada após Tóquio ter elevado, na segunda-feira (16), seu alerta de viagens para as mesmas regiões europeias para o nível 3 – o segundo mais alto, que recomenda o cancelamento de viagens.

Atualmente, o Japão restringe a entrada de estrangeiros que estiveram em determinadas regiões da China, Coreia do Sul, Itália e Irã. O governo considera ainda pedir a viajantes procedentes de países europeus, incluindo França e Alemanha, que se mantenham em autoisolamento por 14 dias. O pedido também será feito a viajantes japoneses.

Foto: Edgard Garrido / Reuters