O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (2) que a aprovação da reforma da Previdência é uma maneira de dar um sinal que “estamos fazendo o dever de casa” para a retomada de investimentos e o equilíbrio das contas públicas do país.

Ao deixar o Palácio da Alvorada, nesta manhã, Bolsonaro comentou a aprovação em primeiro turno, ontem (1º) no Senado, do texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC) que reforma as aposentadorias. De acordo com o presidente, esta é uma reforma necessária:

Não temos plano B, nem pra mim, nem pra ninguém. Os outros governos tentaram fazer e não conseguiram.

Após quatro horas de sessão, o plenário do Senado aprovou a proposta por 56 votos a favor, 19 contra e nenhuma abstenção. Eram necessários 49 votos, equivalentes a três quintos dos senadores mais um, para que a medida avançasse.

A PEC ainda precisa ser aprovada em segundo turno para ser promulgada. A partir daí, as novas regras de aposentadoria, pensões e auxílios passam a valer. A expectativa é que isso aconteça antes do dia 10 deste mês .


 a sua ajuda vale muito neste momento 

Nós trabalhamos todos os dias para que você se mantenha sempre muito bem informado. São dezenas de reportagens diárias e uma equipe de jornalistas focada em trazer as informações corretas, em tempo real. Nosso trabalho é pautado pela fiscalização do poder público, para garantir o seus direitos. Porque você merece saber a verdade sempre. E, se você acredita na importância do nosso trabalho, pode nos ajudar realizando pequenas doações para nossa equipe.

Você também pode nos ajudar a melhorar dizendo o que achou desta matéria. Sua opinião é muito importante.