A produção agrícola do Brasil seguirá normalmente em meio às medidas de combate ao coronavírus (Covid-19). A informação foi confirmada nesta quarta-feira (18) pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e pelas entidades do setor.

Segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), as medidas aplicadas por governos no combate à doença, como isolamento social, não podem ser absolutas, e a cadeia de produção e comercialização de alimentos deve permanecer sem alterações, assim como os serviços de saúde, uma vez que a demanda não será reduzida pela crise.

Do contrário, se faltarem alimentos ou se houver irregularidades no abastecimento, a saúde das pessoas será afetada e a própria harmonia social, que tanto precisamos nessa hora, será atingida.

A Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja) também garantiu que as atividades no campo seguirão normalmente, acrescentando ver demanda aquecida por alimentos. Segundo o presidente da Aprosoja, Bartolomeu Braz Pereira:

Outros setores da economia já estão sendo afetados pela epidemia. Mas nós, no campo, não. Os brasileiros podem ficar tranquilos que vamos fazer a nossa parte para manter a economia aquecida.

Em evento realizado nesta quarta-feira (18), a ministra da Agricultura aprovou a posição das entidades, afirmando que a população deve se manter tranquila em relação ao abastecimento de alimentos.

O Brasil é um grande celeiro, produtor de alimentos, e não precisamos ter nenhuma expectativa negativa de que não teremos alimentos para nosso povo.

Já foram confirmados 291 casos de coronavírus no Brasil, segundo o mais recente balanço do Ministério da Saúde. O governo federal solicitou na noite de da última terça-feira (17) que o Congresso reconheça o estado de calamidade pública.


 a sua ajuda vale muito neste momento 

Nós trabalhamos todos os dias para que você se mantenha sempre muito bem informado. São dezenas de reportagens diárias e uma equipe de jornalistas focada em trazer as informações corretas, em tempo real. Nosso trabalho é pautado pela fiscalização do poder público, para garantir o seus direitos. Porque você merece saber a verdade sempre. E, se você acredita na importância do nosso trabalho, pode nos ajudar realizando pequenas doações para nossa equipe.

Você também pode nos ajudar a melhorar dizendo o que achou desta matéria. Sua opinião é muito importante.